E não Sobrou Nenhum - Aghata Christie

19 Comments
Olá Amoras! Prontas para lerem comigo um dos melhores trillers policial que já tive o privilégio de ler?

Em E Não Sobrou Nenhum, Aghata Christie fez oque outro autor, até então, não tinha feito: Me fez cair de amores pelos livros policias de suspense e mistério. 

Esse livro é um daqueles livros que a gente quer que todo mundo leia, e se torna quase que uma leitura obrigatória para que gosta do gênero.



Sinopse: Uma ilha misteriosa, um poema infantil, dez soldadinhos de porcelana e muito suspense são os ingredientes com que Agatha Christie constrói seu romance mais importante. Na ilha do Soldado,
antiga propriedade de um milionário norte-americano, dez pessoas sem nenhuma ligação aparente são confrontadas por uma voz misteriosa com fatos marcantes de seus passados. Convidados pelo misterioso Mr. Owen, nenhum dos presentes tem muita certeza de por que estão ali, a despeito de conjecturas pouco convincentes que os leva a crer que passariam um agradável período de descanso em mordomia. Entretanto, já na primeira noite, o mistério e o suspense se abatem sobre eles e, num instante, todos são suspeitos, todos são vítimas e todos são culpados. É neste clima de tensão e desconforto que as mortes inexplicáveis começam e, sem comunicação com o continente devido a uma forte tempestade, a estadia transforma-se em um pesadelo. Todos se perguntam: quem é o misterioso anfitrião, mr. Owen? Existe mais alguém na ilha? O assassino pode ser um dos convidados? Que mente ardilosa teria preparado um crime tão complexo? E, sobretudo, por quê? São essas e outras perguntas que o leitor será desafiado a resolver neste fabuloso romance de Agatha Christie, que envolve os espíritos mais perspicazes num complexo emaranhado de situações, lembranças e acusações na busca deste sagaz assassino. Medo, confinamento e angústia: que o leitor descubra por si mesmo porque E não sobrou nenhum foi eleito o melhor romance policial de todos os tempos.

   
    

    Apesar do título já anunciar o final do livro, é um livro excelente. Meu primeiro contato com Aghata Christie foi o livro Os cinco porquinhos, não achei lá grande coisa o livro, mas depois que li "E não sobrou nenhum" minha opinião com relação a Aghata Christie mudou radicalmente.

    Esse livro é realmente um clássico. Nos prende desde as primeiras páginas. Não consegui soltar o livro, até nas horas que minha imaginação foi  me deixando com medo. rsrsrs


    Dez pessoas que, antes de serem convidadas para passar uma temporada em uma mansão em uma ilha totalmente deserta, não se conheciam são convidadas a passar uma temporada em uma ilha com tudo pago, porém algo nelas que sem elas saberem as liga uma a outra.

    Só que nem tudo será flores nesse passeio meio 'férias', misteriosamente elas começam a morrer. Mas não morrem de causa natural, elas começam a serem assassinadas, e a medida que elas são assassinadas os bibelôs que estão na sala de jantar vão sumindo. 

Sobre esses bibelôs, é o seguinte: quando elas chegam na ilha, vão conhecer a casa, que me dá arrepios porque quase ouço o ranger de tábuas dela. Voltando; nessa sala tem uma mesa posta e nela tem exatos dez bonecos, como se cada um representasse uma pessoa. E como a medida que cada convidado vai morrendo, essas peças vão sumindo, todos ficam apavorados esperando pela próxima peça a darem falta.  Mas quem seria esse assassino, se só estão na ilha os dez e não há como entrar nem sair da ilha.

Os sobreviventes começam uma investigação para tentar descobrir um possível assassino escondido na ilha. Beirando a loucura, por causa do medo que sentem, eles se unem para se proteger e mesmo assim continua morrendo pessoas. Levando-os num misto de sentimento de ter que confiar em alguém, mas ao mesmo tempo essa pessoa pode lhe matar logo a frente.



    Apesar de não contarmos com o queridíssimo Hercule Poirot para desvendar esses crimes, nosso cérebro trabalha bastante para desvendar esse mistério. E devo dizer-lhes que eu só descobri o assassino quando este se manifestou. e Quando o mesmo é revelado o final é surpreendente.

Apesar de querer falar muito e muito mais sobre o livro, ele tem que ser lido, sentido, para podermos entender todas emoções que o livro nos traz.

Para mim, um bom livro tem que nos fazer sentir o que suas palavras querem passar, e como esse se trata de um suspense, eu lhes confesso que quase morri de medo de ficar só em casa, chegando ao disparate de ligar pro meu marido para perguntar se ele demoraria para chegar em casa depois do futebol, porquê eu fiquei receosa de sair do meu amado sofá e ir para o quarto já que minha sala tinha na época que o o li, uma enorme porta de vidro. sendo assim, para mim, creio que o livro cumpriu seu papel maravilhosamente

Se você ainda não leu nada da dama do crime, está perdendo uma da leituras mais fantástica que tive o prazer de fazer.  Sugiro que se aventure pelo universo de Aghata Christie.

Namaste





  











You may also like

19 comentários:

  1. Oi Eykler! Eu nunca li nada da Agatha, por mais que eu leia ótimas criticas e minha mãe viva dizendo que eu TENHO QUE LER. Sua resenha foi a primeira vez que me deixou realmente curiosa e ansiosa por um livro da autora. Não sou fã do gênero, mas quem sabe... :)
    Bjs,
    Joana - www.poderosasegirlies.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi joana, Aghata Christie também não fazia muito meu gênero literário, mas tenho uma sobrinha que é fã dela e começou a me emprestar seus livros. Amei os que li. Se você começar a ler, acho que vai gostar. Sem contar que ainda tem o queridíssimo Hercule Poirot, que tem uma mente única quando se trata de investigar os assassinatos. Obrigado pela sua visita.

      Excluir
  2. Adoro a "tia" Agatha. Ela foi a responsável por minhas primeiras leituras "adultas".
    Esse ainda não li, vai para a lista!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, se você gosta da 'tia' Aghata com certeza vai gostar desse.bju

      Excluir
  3. Eu gostava muito de Agatha Christie na juventude, li alguns livros dela, não todos. Agora não me interesso mais pelo tipo de mistério que ela escrevia, sei lá. Mas legal seu post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veronica, gosto dos livros da Aghata Christie que tem o detetive Poroit. esse foi uma surpresa, apsear do genero, suspense, não ser o meu favorito. bjo

      Excluir
  4. Amo Agatha Christie, apesar de fazer um bom tempo que não leio nada dela. Meu pai me deu os primeiros livros dessa escritora e sempre guardei um carinho especial. NA adolescência eu lia desesperadamente. Na verdade, eu devorava, mas deixa isso pra lá... kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elimar, Suspense não esta entre meu genero favorito, mas desse eu gostei. bju

      Excluir
  5. Eu tbm lia muito Agatha na minha adolescência. Mas, já faz alguns anos que não leio nada dela. O lance de só descobrir o culpado, realmente no final do filme, é o que sempre me encantou em sua narrativa. Precisando voltar a ler Agatha urgente... Adorei sua resenha, bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lia, suspense não é meu forte na leitura, mas tem alguns da Aghate que gosto, principalmente os com o detetive Poirot

      Excluir
  6. Nossa que livro interessante... amei, muito tempo que nao leio os livros da autora, mais fiquei morrendo de vontade agora ^^

    bjss
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2012/09/caixinha-de-correio-de-agosto-ola.html#links

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, flor, esse livro é excelente. uma delicia de suspense bjus

      Excluir
  7. Nunca li nadinha da Aghata,mas fiquei curiosa com esse livro,suspense do incio ao fim,onde a gente não imagina o quem seja o assassino,me ganhou....

    vai entrar para minha lista... adorei sua resenha!!!

    bjss

    Bianca

    www.apaixonadaspolivros.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ameiiii esse livro... não consegui parar de ler enquanto não chegou o final.

    ResponderExcluir
  9. Oie Amada eu lembro que fui "apresentada ' a autora pela tv e era madrugada eu muito menina ainda escutei o narrador com aquela voz bem tenebrosa "morte sobre o nilo" baseado na obra de Agatha Christie, pronto me pescou de um jeito que fiquei fan.li este dos 5 porquinhos que vc cita, o assassinato de roger Acroid (não lembro como escreve) e outros tambem . Teve um livro destes que li que a história era bem parecida com este Não sobrou Nenhum, povo era convidado pra uma casa e lá o bicho pegava akkakkaka acho que era algo com 7 macaquinhos rsrs depois vou conferir, E olha vou procurar este que te fez pensar em matar alguem viu?? kkkk
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. também me empolguei com esse livro, a minha edição traz o nome O caso dos dez negrinhos ^^
    Fiquei surpresa com o desfecho...
    Pena vc não ter curtido Os cinco porquinhos, é um dos meus favoritos até agora, dos que li dela ^^
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Ainda não li esse livro, li pouco da autora, mas gosto bastante dela. Estou por fora da mudança do título do livro, dos debates e tals, mas vou procurar me informar mais sobre tudo. Obrigada pela dica e linda resenha!
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Amora,
    Agatha Christie é minha autora favorita.
    Esse foi o primeiro livro que li dela e me apaixonei completamente, como te disse antes,
    não gosto dessa alteração no título, acho desnecessário esse tipo de censura politicamente correta, além desse título ser spoiler.
    Adorei a resenha, me deu vontade de ler o livro outra vez
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Concordo com você. Agatha é uma escritora sensacional. Sobre a sua resenha tenho que dizer que escreveste muito bem. E haja fôlego para decifrar todos os códigos dos policiais dessa autora hein!

    Adorei!
    Abraço flor!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir