Caminho Das Águas - Eva Zooks (Resenha)

10 Comments
Eu tenho um carinho muito grande e especial por esse livro. Meio que me considero madrinha dele. Explico-lhes: a autora é uma irmã que eu não tive, mas que a vida me deu. Um dia conversando sobre nossos escritos, ela me mandou 42 páginas de Caminho das Águas, quando acabei de ler essas miseras 42 páginas meu 'eu leitora' ansiava por saber o desfecho da vida de James e Anne, foi aí que começou minha saga de infernizar a vida da Eva para ela terminar o livro. Enquanto ela escrevia, eu corria atrás de editora, ouvimos tantos 'NÂOS' que até perdemos a conta, até que um dia, quando eu estava voltando de sua casa, ela me liga me contando que Caminho das Águas seria publicado.
Gente, chorei de alegria , pulei, fiz daninha da felicidade e tudo o que um momento desse merece... E quando vi o livro pronto, e o tive em mãos, eu nem sei descrever o que senti, porque é uma felicidade tão grande você ter uma amiga/irmã conseguindo seus sonhos, que eles se tornam seus e a felicidade dela também se torna sua.
Espero que vocês sintam toda alegria em trilhar por esse Caminho, assim como eu também me senti.



SINOPSE: Uma guerra,o tempo, o reencontro, o amor, o passado. O que fazer quando a vida está ligada a um segredo? Quando todas as decisões o conduz há um caminho desconhecido e cheio de mistérios? O que fazer quando um segredo do passado vem a tona entrelaçando dois corações torturados? Somente ao percorrer o caminho das águas encontrarão a chave para desvendá-lo e viver um grande amor.



O livro Caminho das Águas tem como plano de fundo a Guerra de Secessão, o que para mim já foi um diferencial. Eu não me lembro de ler um livro em que a essa guerra servisse de plano de fundo... Aliás, li sim, um só. No livro conhecemos Anne e James. Ane é uma menina encantadora, apaixonada por livros e pela guerra em si. Anne tem um motivo muito especial para ter todo esse envolvimento nos fatos que regem essa história... Anne é atormentada por uns sonhos que tem desde seus 15 anos, e por mais que ela tente entender, ela não consegue imaginar o que pode ter acontecido para que seus sonhos sejam com um certo soldado da guerra. E para surpresa de Anne uma noite ela recebe um telefonema para ir par Antietam e estudar a guerra no solo onde tudo aconteceu. Ela fica indecisa, relutante, mas decide ir... E é lá que as respostas que procura poderão ser encontrada. Em contra partida temos o tudo de bom, totoso, e sisudo James... Ah; James..... (suspiros e mais suspiros). Gente; James é um sonho, um ‘tudibão’ dos hominhos de papel. Se eu fosse uma mocinha dos romances que lemos, diria que James é o meu número, rsrsrsrs. Sabe aquele cowboy criado na fazenda, tem toda a energia que esse tipo de personagem precisa, e além daquele “Q” que queremos quando estamos diante de um hominho de papel? Então, James tem tudo isso e mais um cadinho... Aiai suspirei de novo... James também tem uns sonhos que o ligam à guerra e ao soldado de Anne, o que ele não sabe é que Anne, e somente ela, pode o livrar disso tudo. Mas como não podia deixar de ser, nosso mocinho é um cabeça dura, chega quase a ganhar o troféu Cavalgadura de Ouro,  no quesito “Como não tratar a mocinha”. Ele quer Anne, a ama, mas não a quer envolvida em seus tormentos... Dá vontade dar uma sacudida em James e gritar em alto e bom tom para ele que Anne é para ele, que ela ama, e que ele a ama... Mas algo acontece entre os dois, que faz James rever sues conceitos, e se ele vai ou não decidir envolver Anne em tudo o que vive. Gente e o final?????? Eu me emocionei muito, apesar de ser amiga da autora, a ingrata não foi me contando nada do livro, só me dizia que eu tinha que esperar ela escrever. O final é de arrepiar, ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, emocionei, senti todas as emoções que os personagens sentiram... Eu sou passional com minhas leituras, me envolvo, quero matar o mocinho cavalga dura, matar a mocinha tonta, mas quero que no final todos tenham seu happy end...

James entra no rol dos meus mocinhos favoritos... Eu contei para vocês que James tem um irmão? Nãoooooooooooooooooooo? Nossa; vocês precisam conhecer Ronald, Ron para mim que já estou intima rsrsrsrsrsr. Ron é o contra ponto de James... Jovialidade, simpatia, vitalidade, e tudo mais deveriam ser seu sobrenome. Ron é encantador. Aiai suspirei de novo.... Não é porque Eva é minha amiga que mais que recomendo o seu livro. Eu recomendo porque tudo que procuramos em nossos bons e amados livros de romance, Caminho das Águas possui. E para quem ler e se interessar por Ron... Aguarde, pois teremos novidades....
Namaste!


You may also like

10 comentários:

  1. Li Caminho das águas e é um livro fabuloso. Você ainda conseguiu ver coisas que eu não havia percebido, realmente, não havia me ligado tanto em Ron, fiquei encantada com a Ane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian. Tenho um carinho por todos personagens, mas Ron é um encanto de menino, e ele é um contra peso muito bom para a estória. bjs

      Excluir
  2. Gente, adorei a história e sua resenha então.. super empolgada, acabou me empolgando e me deixando com vontade de ler também rsrs é muito bom quando a gente se identifica com uma obra e ela deixa a gente assim, feito boba apaixonada. Adorei!

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol eu me digo que ler é viajar sem sair do lugar, e salvo o preço do livro, é uma viagem que fazemos de graça.... Eu adoro ler, e livros de romance me fazem entrar na estória e me envolver de fato com ela. Caminho das águas teve esse efeito em sim. Super recomendo.
      bju

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Adoro resenhas como a sua! Super descontraída, divertida e com uma história que me parece deliciosa, perfeito!!! Fiquei animada para conhecer, adoro romances e tendo a ficar com quedinha por mocinhos 'tudibão' como vc chamou kkkkkkk Anotado aqui, mais um para minha fila de leitura que não se move por falta de tempo...
      Beijos!
      Alessandra || Diva Todo Dia

      Excluir
    3. Alessandra, quando possível se deixe levar por esse Caminho, se você gosta de romance, com eu, irá se deliciar tanto com o romance entre James e Anne, como com a maneira cativante da Eva escrever. bjs

      Excluir
  4. Oi Flor!
    Vim agradecer seu comentário carinho e conhecer seu cantinho! Menina! Muito bonito seu blog, eu sou bem suspeita para falar da Eva, pq também amo o trabalhado dela! Ri lendo a sua resenha, pq eu também sou fã do Ron, sim! A gente é intima! Poxa! To louca pelo livro dele!!! Parabéns pela resenha e pelo cantinho! Comentando ou não volte sempre lá no Overdose! Beijão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula, su alinda. apesar de ser sua primeira visita, quase me sinto amiga de longa data sua e do seu blog. A Eva fala muito de você, e é um prazer tê-la por aqui. Seja bem vinda sempre. Ron me ganhou nesse livro da Eva, mal posso esperar para ela escrever logo o livro dele e ficar sabendo do mistério que o envolve.... Será uma trilogia dos homens da familia Starre, pena numa pessoa ansiosa.............. kkkkkkk James, apesar de ser um cavalga dura, conquistou meu pobre core desde que li a premissa do que seria o livros <3. Bem vinda e obrigado pela visita.

      Excluir