Jardim de Inverno - Kristin Hannah (Resenha)

28 Comments
Ganhei Jardim de Inverno do meu marido, o meu lindo... Um dia ele foi ao supermercado, sim aqui os supermercados vendem livros, e viu esse livro. Ele achou a capa bonita, e achou que eu gostaria da história. Fiquei muito feliz quando o vi chegando com o presente, porquê gente, ganhar presente é uma delicia, mas ganhar livro é outro assunto, além de ser delicioso, para mim  é ainda um elogio...
Demorei para pegar e ler, porquê a fila de livros para ler parece uma coisa que nunca terá fim. Depois que o peguei, e a leitura foi fluindo, eu me perguntava o porque de eu ter demorado tanto para ler, é impossível ler a história dessa três mulheres e sair impassível dela. É um livro que nos leva a reflexão em como estamos convivendo com as pessoas a nossa volta, qual a causa de uma pessoa ser triste, emburrada, ou até mesmo ser aquela que consideramos chata.
A gente termina a leitura e demora um tempo para voltar a realidade, porque não só o final, mas todo o livro em si é uma lição de vida e de amor.



Sinopse: Sinopse: Meredith e Nina Whitson são tão diferente quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whitson deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.



Jardim de Inverno, como eu disse acima, é o tipo do livro que quando você acaba de ler, fica olhando para o nada, tenta voltar para o mundo real e diz: UAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUuuuu que livro é esse?
Nele temos narrado à história da família Whitson, que é formado pelo pai, que juro que procurei o nome dele pessoal só que não vi; pela mãe Anya, a filha mais velha Meredith e a caçula Nina.
No começo, eu achei o livro muito chato, ele não tem movimento, tem uma atmosfera parada, não me parecia que desenrolaria, mas à medida que fui lendo.... Impossível parar.
Meredith e Nina são duas irmãs, que são muito unidas quando crianças, e elas não são unidas só porque são irmãs, elas se unem para poder vencer o desprezo que a mãe tem pelas duas. O único elo de amor familiar que elas conhecem é o amor paterno, e esse digo-lhe que é de uma intensidade, que não supre a falta do amor materno, mas mostra o verdadeiro amor do pai por elas.

A situação em casa é tão tensa e de sentimento tão intenso que Meredith casa-se muito jovem com seu primeiro e único amor, Jeff, e Nina estuda e vai ser repórter fotográfica pelo mundo. Ela tem um namorado, Danny, que ela teme assumir por medo de formar vinculo. Elas fazem de tudo para ficaram longe da mãe, como se longe dela, elas não sofressem o ‘desamor’. Mas tudo começa a mudar quando o pai delas sofre um ataque cardíaco e corre risco de morrer. A família toda se junta quando o pai adoece, e é nesse momento que o pai pede às filhas que quando ele partir, elas conheçam a mãe que tem, e que a façam contar a história do Cavaleiro Negro até o final. Cavaleiro Negro é uma fábula que a mãe contava para elas todas as noites quando elas iam dormir, mas depois de um fato em um natal, tanto a mãe para de contar, como as filhas não querem mais ouvir. Quem já passou por essa situação, de ter uma pessoa em morte eminente e esta lhe pede algo; a gente tende a dizer “SIM”. E foi o que fizeram, prometeram ao pai que conheceriam a mãe. Sinto muito, mas eu preciso lhes contar isso, o pai de fato morre, mas sem isso não teríamos a mais bela história de uma família que já li.
Depois do funeral do pai, Nina não consegue mais viver ao lado da mãe, e vai embora, se enfia um zonas de guerras para tirar a dor da perda do pai de dentro dela, e tentar esquecer tudo. Já Meredith fica; mesmo porque é ela quem cuida dos negócios da família, e fica cargo de Meredith também cuidar da mãe, mesmo com todas as diferenças que possuem.

A mãe dá-nos uma impressão que enlouquece com a morte do pai, e ela de fato surta. Ela fica de um jeito, que começa a colocar a vida dela em risco, e depois de muito ponderar, Meredith decide internar a mãe numa casa de repouso, porque a situação está quase fugindo do controle. Com a mãe internada, a vida de Meredith quase volta ao normal, e o normal que digo, é uma terrível crise no casamento, que culmina numa separação. Ou seja, podemos dizer que o mundo de Meredith está desabando, e é aí que Nina volta para casa, porque a promessa que fez ao pai não a deixa ficar com a consciência tranquila, ela sente que tem que cumprir. Quando volta e vê a mãe internada, Nina a leva de volta para casa, e diz que ai começar a cuidar dela. Como Meredith está separada de Jeff, ela também começa a passar mais tempo na casa da mãe, e com isso elas formam uma nova ‘tradição’ familiar, para conhecerem-se, e Nina faz com que a mãe volte a contar a fabula do Cavaleiro Negro. Relutante a mãe começa a contar, mas só a noite, e com luzes pagadas. Nina aceita as condições porque ela fará de tudo para conhecer a mãe e cumprir a promessa do pai.
O que vem junto com esse conhecimento que as filhas tem da mãe é de uma beleza, e de uma grandeza, que claro que eu me desidratei ao ler. Para entender a mãe, e a fábula, elas começam a ouvir uma história sobre a antiga União Soviética, de Stalin, seguida pela segunda guerra mundial, e tendo a mãe delas como protagonista de tudo.
A gente lê e sabe que é ficção e tudo mais, mas é impossível a gente não pensar que alguém pode ter vivido o que é contado, porque mesmo a história sendo ficção, Stalin e sua ditadura foram reais, a segunda guerra também.

Eu leio muito, e já li vários gêneros de livro, mas posso lhes assegurar com toda certeza do mundo que Jardim de Inverno é um, se não for O, livro mais emocionante que já li.
Chorei, muito, e ri muito também enquanto lia.
É um daqueles livros que quando a  gente lê, sente que tem que passar adiante, porque cada linha dele vale muito a pena....
Se gostarem e decidirem ler, me contem depois o que acharam.
Namaste!


You may also like

28 comentários:

  1. Oi Flor!
    Gente faz tempo que tenho vontade de ler esse livro. Uma amiga leu e se desmanchou em lágrimas <3 Historias engraçadas que causam esse rebuliço na gente são encantadoras não? As fotos ficaram lindas demais *-* E só aumentou minha curiosidade. Não sou de chorar com livros (ate hoje cheguei mais perto com A Culpa é das Estrelas), mas esse ai, pelo pouco que vi, é um forte indicado <3 e as irmãs, parecem encantadoras.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Davvid! Bem vindo ao amoras com Pimenta. Esse livro, ara quem chora lendo, é muito chorável. eu também não sou de chora fácil quando leio, mas ele me emocionou muito. Quando li ACEDE eu não vi motivos para chorar, porque eu achei oque vai além do chorável tão lindo, que me emocionei ao ver como dois adolescentes vivem tão intensamente como podem. quando tiver a oportunidade leia Jardim de Inverno, eu fiquei fã da autora.
      Obrigado pela visita.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Quero começar dizendo que achei absurdamente linda a capa desse livro, em? E as suas fotos para o post ainda mais! Não conhecia o livro ainda, mas essa temática familiar e ainda mais misturando fatos históricos me pareceu uma combinação muito inteligente, gosto de livros assim. Espero ler em breve e gostar tanto quanto você =]
    Bjos

    www.tempodeopinar.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mel. Bem vinda ao Amoras com Pimenta. Esse livro é delicioso, e quando entra parte da guerra, dá uma agonia, eu sofri junto com a personagem, porque como eu disse, apesar de ser uma obra de ficção, não é dificil pensarmos que alguém pode ter vivido quilo tudo. Espero que possa ler também, e que o livro te surpreenda tanto quanto a mim. bjs

      Excluir
  4. Olá!
    A cada resenha que leio sobre esse livro, minha vontade de lê-lo só aumenta.
    Parece ser o tipo de livro intenso e profundo. Espero ter a oportunidade e me emocionar com a história tanto quanto você.
    Amei as fotos! Ficaram lindas!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Li! Esse livro me trouxe tantas emoções. Demorei muito para lê-lo e quando o fiz me arrependi muito de ter demorado. Tendo oportunidade, leia-se sim. é lindooooooooooo. Bem vinda ao Amoras com Pimenta e obrigado pela visita. bjs

      Excluir
  5. Nossa achei fantastico o livro, sua resenha passou um pouco da emoção e me despertou muita vontade de ler, vou procurar ele e fazer um encaixe na minha listinha hahah
    Beijos!
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! Flor esse livro é lindo de viver. Ele está naquela lista de livros a serem relidos sempre. é muito lindo. Espero que um dia possa lê-lo e se deixar levar por essa emocionante história. bjs

      Excluir
  6. Oie Maravilha! Mulher eu jurava que já tinha comentado essa sua resenha - risos!
    Eu tenho este livro em pdf, mas você sabe o amor que tenho em ler no pc né!

    Bom, achei sua resenha linda e apenas me despertou a vontade de lê-lo. Você também sabe que amo livros que me emocionam e este vai me deixar feliz quando o ler.

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer! Esse livro é lindooooo............ Sei que vc ama ler o pc, ou se ama...... Seu sonho só ler em pdf e esquecer os físicos (sqn).... kkkkkkkkkkkkk Mas vai lá, malvadeza, abra uma exceção e leia o pdf, vc vai amar tenho certeza. bju no core.

      Excluir
  7. Oiee ^^
    Já conhecia esse livro, mas ainda não o li. Não imaginava que ele era assim tão bom, de verdade. Adoro livros que emocionam e mexem com a gente até mesmo depois que acabam, e estou bastante curiosa para ler Jardim de inverno agora.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dryh. Quando eu ganhei o livro te confesso que não dei nada para ele, mas me surpreendi positivamente com ele. Ele é lindo.
      bjs

      Excluir
  8. Olá... tudo bem???
    Nossa que resenha emocionante ein... percebi os seus sentimentos ao lê-lo... parece-me bem interessante a premissa.... essas questões familiares sempre nos pegam de surpresa e mexem com os nossos sentimento e nos colocar para refletir.. eu gostei... não é uma leitura que faria nesse momento... mas quando surgir uma oportunidade vou ler com certeza... Xero!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana! Bem vinda ao Amoras com pimenta. Espere pelo momento certo de ler o livro, quando for a hora dele entrar na sua vida ele entrará e lhe trará grandes emoções, assim como fez comigo. bju

      Excluir
  9. xiiii, uahsua, livros da Kristin me cansam, nao sei o porque, mas nunca consigo passar da pagina 10 :p
    Mas gosto é gosto e fico feliz por voce ter apreciado a leitura e se emocionado ^^
    www.muchdreamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sharon! No começo eu também achei que esse livro não engrenaria, e me dava uma dor no coração cogitar em parar de ler. Mas eu resolvi teimar e não me arrepender, arrependeria de ter abandonado a leitura. Ma como vc mesma disse gosto é gosto, né? Tem livros que autores tbm me cansam imensamente, e nem me atrevo apegar. bjs Bem vinda ao Amoras com pimenta.

      Excluir
  10. Oi, tudo bem?
    Há tempos tenho vontade de ler algo dessa autora, porém não sabia por onde começar. Eis que agora surge um raio de luz. Esse livro parece ser bem interessante, tem uma capa linda, e depois da sua resenha, não tem como não deixar o livro na lista de desejados.
    Abraços
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Italo, esse livro é lindo. super recomendo que vc comece sua leitura das obras da Kritin por ele.

      Excluir
  11. Oi flor, tudo bem?
    Eu sou suspeita para falar deste livro, pois ele se tornou uma das minhas paixões.
    A autora realmente sabe como prender o leitor e mecher com os sentimentos.

    Fico feliz por saber que você também foi conquistada pela leitura :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra. esse livro é top, né? e me encantei por ele, quando a leitura começou a fluir eu me perguntava como deixei tanto tempo ele na estante. Que delicia saber que vc tbm ama a autora. bjs

      Excluir
  12. Ola lindona , eu leio tantos elogios a esse livro, que a histórias dessas três mulheres me chama muito atenção, essa relação entre mãe e filhos quando tem algo em aberto é bem complicados, afinal estamos falando de mães . Quero saber como será essa reaproximação entre elas. Já estou com ele no Kobo. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joyce, amora, leia sim. A história dessa três mulheres é linda, é um livro que tenho certeza que irei reler logo. bjs

      Excluir
  13. Nossa, eu sou doida para ler esse livro, mas sempre acabo deixando passar. Tenho uma amiga que é super fã da autora e vive querendo que eu leia. Adoro livros onde o leitor possa chorar e rir. Significa que a autora sabe como nos envolver. Espero ler em breve

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Desde o lançamento desse livro que estou louca para ler.
    A capa me conquistou logo de cara e lendo várias resenhas fiquei muito curiosa para conhecer a história. Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie =)
    Eu só li um livro da Kristin Hannah e foi devastador, chorei até uma semana depois que já tinha terminado a leitura, até fiquei com medo de ler outro livro dela, apesar de já ter todos aqui em casa. Não tenho dúvidas que esse livro realmente é emocionante.

    Beijos,

    http://www.lendoeesmaltando.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
    Somos da Gramas Pardim uma empresa que produz, comercializa e aplica Grama Natural de altíssima qualidade nos mais diversos segmentos e regiões do Brasil.
    Visite nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
    Grama Esmeralda
    Grama Bermudas
    Grama São Carlos
    Grama Batatais
    Grama Santo Agostinho
    Grama Coreana

    Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
    Grama em São Paulo SP
    Grama em Campinas SP
    Grama em Guarulhos SP
    Grama em Ribeirão Preto SP
    Grama em Belo Horizonte MG
    Grama em Rio de Janeiro RJ
    Confira !!!

    ResponderExcluir