Cítrico (Saga Sabores do Sangue) - Simone Marques

1 Comments
Olá amoras! 

Cá estou eu para falar dessa série que eu amooooooooooooooooooo.

A série Sabores do Sangue, da Simone Marques, foi feita sob medida para mim. Eu já li e resenhei Agridoce aqui no blog e você pode clicar AQUI para ler a resenha e hoje vou falar com vocês sobre Cítrico. Mas antes me deem licença que vou ostentar meus livros da série.




Eu amoooooooooo livros de vampiros, se não for o meu gênero favorito está entre eles...




SINOPSE: O segundo livro da saga Sabores do Sangue, o ciclo do despertar transforma a vida de todos que se envolvem com ele. Portadores, escravos, antagonistas e os que estão próximos deles irão provar os sabores e dissabores desta conturbada relação de sangue.

Em Cítrico, o segundo livro da série, vamos ver a perspectiva de Anya em ser uma portadora, como ela encara a sua nova vida. Afina Anya mal entrou numa idade adulta e já tem todos os conflitos e preocupações de ser uma portadora, de ter que se alimentar de um doador, de ter um antagonista que a quer matar a todo custo.... Ou seja, de uma hora para outra ela tem sua vida virada do avesso e de cabeça para baixo, e mesmo que ela não queira ela tem que se adaptar a sua nova condição.


Então teremos uma Anya rebelde, que eu adoreiiiiiiiiiii de ver, teremos um Daniel mas que apaixonado e apaixonante. Teremos também um lado que eu não gosto, o Montéquio, não gosto desse vampiro, kkkkkk; que sabe dos verdadeiros risco que Anya corre e que fará de tudo para protege-la.

Anya não é somente uma portadora do mal do sangue, ela também é uma transmissora, o que faz com que Sid, um vampiro que consegue ser mais chato que Montéquio, a querer a todo custo, e coloca seus ‘soldados’ atrás dela. E os ‘protetores’ de Anya, seu pai, Ivan, Montéquio e Daniel, tem que lidar com Sid e o antagonista, sem deixar Anya em pânico. A principio eles não sabem o que fazer, até que Daniel diz a Anya que sua irmã se casará, mas que ele não irá ao casamento porque não deixaria Anya sozinha. Anya se penaliza pela situação de Daniel, mas para ele isso é ponto pacífico. Só que depois de uma discussão com Montéquio ela diz que vai para São Paulo com Daniel para o casamento da irmã dele. Anya diz isso com um ato de rebeldia, mas Montéquio vê nisso uma oportunidade de fazer com que Anya vá para longe de Florianópolis.  E é em São Paulo que nossa mocinha coloca suas manguinhas de fora.

Ela combina de encontrar Leonardo, irmão de Dante, em São Paulo e marca um encontro com ele em um shopping. Quando Daniel, Ivan e Vivi, veem Leonardo perto de Anya em um lugar onde eles não podem controlar, todos os sensores de perigo e alerta ‘piscam’ sobre a cabeça dos três. E eles estão certo, porque Anya, encorajada pro Leonardo, foge dos três, os deixa loucos, e ao mesmo tempo ela encontra Dante, que todos suspeitam ser seu antagonista, mas eu não lhes direi se ele é, mas lhes direi que Anya o beija e o  morde, e também não lhes direi se Dante se torna um portador.... Mas posso lhes dizer que depois desse beijo Dante muda muito.




Anya e Daniel ficam cada vez mais próximos e tudo indica que eles formarão um casal, e eu torci a cada linha para isso acontecer.

Sid, em Florianópolis, está numa caçada louca atrás de Anya, e como não a acha resolve pegar o seu pai para fazer com que ela á até ele, ao invés dele a caçar..... e isso me deu nos nervos, e eu nem posso culpar o pobre do Edgar de cair nesse golpe, porque a arma que Sid usa para conseguir seu feito não tem como resistir. 

Quando o livro foi chegando próximo do fim, foi me dando uma agonia, porque ao mesmo tempo que eu queria ver como tudo ia se desenrolar, eu não queria, porque sentia que Anya ia ceder ao que Sid armou, que ela ficaria longe do Daniel nisso, e que eu sofreria as consequências dos atos de Anya. E é claro que eu estava certa, quem sofreu as consequências fui eu, porque eu fiquei de fato agoniada.

 Mas a minha amiga Simone Marques, acaba o livro num momento crucial, e a minha sorte era que eu tinha Etílico para seguir a leitura, mas assim, quando digo seguir é terminar um e pegar o outro, sem intervalo e sem respirar.... 

Mas para meu desespero literário, Elixir ainda não tem previsão de lançamento Não que eu saib;.Simone, minha querida, isso não se faz........ rsrsrsrs

Gente, pode parecer coisa de fã, que sou mesmo assumidamente, mas a Simone escreve de uma maneira ímpar, eu digo a ela e repito agora, que os livros dela mereciam ser publicados lá fora, porque potencial para isso todos eles, de todas as sagas, tem.

Espero que você também se deixe embriagar por esses sabores.

Namate! _/\_










You may also like

Um comentário:

  1. Que resenha empolgadaaaa
    Adoro quando um livro me deixa assim... Acho muito bom quando um livro nos toca desta maneira.
    Adorei sua resenha flor. E como adoro vampiros esta é mais uma série que irá para os desejados.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir