Quero ser bruxa, e agora?

0 Comments


Quando eu me redescobri bruxa, sim eu me redescobri. porquê tenho certeza que sou bruxa e várias vidas. Mas voltando quando me redescobri bruxa eu fiquei totalmente perdida. Primeiro eu ouvi sobre a Wicca, aí eu deduzi que para ser bruxa tinha que ser Wicca. Comecei a partir do nome Wicca, minha busca para o meu caminho bruxesco. Só que eu não sabia nem como nem por onde começar.

Assim começou minha busca por cursos de wicca. Gente minha pergunta na época era a seguinte: Como assim, não existe uma Hogwarts? Porque em minha ignorância, no sentido de falta de conhecimento, eu imaginava que teria cursos, ou alguém para ensinar. E então eu vi que Hogwarts não existe, e que eu teria que estudar (e muito) sozinha. As histórias de HP são lindas de se ver e só isso. 

Não dá para sair por aí fazendo magia, invocando elementais, Deuses e Deusas, fazendo rituais sem saber com quem estamos lidando, para que é o ritual, e as possíveis 'reações adversas'. Mexeu com o Deus errado, ou invocou a toa, não se engane, vai ter que arcar com as conseqüencias disso. 
"Ah, mas eu me enganei e invoquei um Deus (a) e era outro (a)". Primeiro: Era mesmo necessário invocar um Deus? Segundo: Estava preparado para tal? Terceiro: Por que recorreu a esse Deus específico? Por último, mas não menos importante: O ritual, ou feitiço, era mesmo necessário ou com um pouco mais de empenho o objetivo seria conquistado?
Tudo isso, e mais um monte de outras coisas devem ser analisados. A magia está em tudo, mas isso não significa que podemos usá-la a toa. 

 Nesse processo de estudo e aprendizado vi que antiga arte  é uma coisa e wicca outra, apesar de em ambos casos o termo usado ser Bruxa (o).
Segundo o site Wikipédia, Wicca é uma religião neopagã influenciada por crenças pré-cristãs e práticas da Europa ocidental que afirma a existência do poder sobrenatural(como a magia) e os princípios físicos e espirituais masculinos e femininos que interagem com a natureza, e que celebra os ciclos da vida e osfestivais sazonais, conhecidos como Sabbats, os quais ocorrem, normalmente, oito vezes por ano. Autoridades como Alex Sanders referem-se a ela como religião natural, "a mais antiga do mundo". É muitas vezes referida como Witchcraft (em português: "bruxaria") ou the Craft por seus seguidores, que são conhecidos como Wiccanos ou Bruxos. Suas origens contestadas residem na Inglaterra no início do século XX , mas foi popularizada nos anos 50 por Gerald Gardner, que na época chamava a religião de "culto às bruxas" e "bruxaria" e seus seguidores "a Wicca". A partir dos anos 60 seu nome foi normalizado para "Wicca".
Ou seja, falando em termos gerais, a Wicca é uma religião, e como tal seus dogmas a serem seguidos. Existem diversas tradições dentro da Wicca. Algumas, como a Wicca Gardneriana e a Alexandrina, seguem a linhagem iniciática de Gardner; ambas são frequentemente denominadas de wicca tradicional britânica, e muitos dos seus praticantes consideram que o termo "Wicca" possa ser aplicado unicamente a elas. Outras, como o cochranianismo, Feri e a Tradição Diânica, tomam como principal influência outras figuras e não insistem em qualquer tipo de linhagem iniciática. Alguns destes não usam o termo "Wicca", preferindo "Bruxaria", enquanto outros creem que todas estas tradições podem ser consideradas wiccanas.



Para falarmos de wicca, se faria necessário um tópico (ou vários) só para ela. O que faremos ao longo de nossa caminhada. Essa definição básica é apenas para mostrar o que é Wicca.
Já a antiga arte, dentro do qual estão várias tradições, temos como base o culto a Natureza e seus elementos. Reconhecemos a Natureza como sendo a criadora e geradora de vida. Cultuamos as fases da natureza, as estações, vivemos em completa harmonia com suas fases e suas representações. Podemos observar que tudo é cíclico e que nossa vida segue exatamente o mesmo curso do nascer, viver e morrer da Grande Mãe. Somos também politeísta, mas sem influência pré cristão, ou Cristã. Aliás muitos de nossos rituais foram pegos e "santificados" pelos cristãos. Mas isso também é outro assunto.

Então, se você chegou até aqui, se está pensando em percorrer esse caminho tenha em mente uma coisa: NUNCA MAIS VOCÊ PARARÁ DE ESTUDAR, e se chegar num ponto onde acha que sabe tudo; RECOMECE SEUS ESTUDOS.A Magia é arte em movimento, ela não é uma ciência exata. Não existe Hogwarts. Não somos Harry Potter. Não voamos em vassouras, mas a usamos muito. Não mexemos o nosso nariz para os lados e a magia estala na nossa frente. Elas acontecem? Simmmmmmmmm, mas requerem tempo e dedicação. E principalmente ACREDITAR que é possível.

Quer iniciar seus estudos? Ótimo. Mas se pergunte antes:
  • 1.       Por que eu quero caminhar por esse caminho?
  • 2.       Acredito na Lei do Retorno?
  • 3.       Estou disposta (o) a estudar, e estudar muito?
  • 4.       Estou ciente que nada me cairá do céu, e que tudo irá requerer esforço, força de vontade e dedicação?

Se para algumas dessas perguntas sua resposta for NÃO; repense. Mas se for SIM, seja bem vindo. Pegue uma cadeira, sente-se e se ponha confortável; porquê teremos muito chão para caminharmos juntas.

Namastê!





You may also like

Nenhum comentário: